Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://jazzistica.blogs.sapo.pt

Blog de poesia , música e olhares de Marina Malheiro, aprendiz de poesia

http://jazzistica.blogs.sapo.pt

Blog de poesia , música e olhares de Marina Malheiro, aprendiz de poesia

Uma casa de silêncio

13.04.22 | marina malheiro

desde que partiste, 

60 dias redondos que parecem anos,

há uma casa de silêncio.

 

não habitas o meu espaço

nem o dos outros

só em sonhos

ou em pesadelos.

 

deixaste a casa arrumada:

o deve e o haver,

o livro do Razão está fechado,

não há atas ,

nem o mata-borrão da minha infância que o pai usava.

 

o testamento ficou em caderninhos

na casa para a qual já não voltaste,

as palavras ficaram em nós: "não sejas piegas" dizias a partires, " o Costa sempre ganhou?", " este hospital tem umas instalações espetaculares" (Covidário), "dá-me um beijinho" disseste ( mesmo)  no Fim.

 

naquela semana de silêncio

só dormias (tranquilamente) no quarto com vista para o campo,

na terra que tantas vezes percorreste de carro  a caminho do trabalho.

abraçámos-te no pasmo daquele momento derradeiro, no pasmo de já não haver palavras tuas.

 

há uma casa de silêncio que nos acompanha agora.

esvaziamo-la de objetos úteis, fúteis e completamente! inúteis.

trocávamos tudo, mãe e pai, pelo vosso abraço, por uma piada do costume, tipo "ai morres, morres" , por umas belas e únicas farófias ou pela discussão sobre os golos do Benfica ou pela política em geral. 

trocávamos tudo, até uma casa de silêncio.

@mmalheiro

aos meus pais, A.Carreiras e ML.Malheiro, com imensas saudades

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.