Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://jazzistica.blogs.sapo.pt

Blog de poesia , música e olhares de Marina Malheiro, aprendiz de poesia

http://jazzistica.blogs.sapo.pt

Blog de poesia , música e olhares de Marina Malheiro, aprendiz de poesia

Túnel

28.04.10 | marina malheiro

Rectângulo de muitos metros

De betão e asfalto

Vidas cruzadas ao minuto

Ao segundo

No movimento único

Dos carros

Todos os dias

 

 

        Estupidificação

   Repetida

 

Lá fora

A tua luz

Os teus olhos

Kilómetros de distância

Anos-Luz

 

 

Pensamento que se agarra na endurance

Da condução

Em velocidade

 

À esquerda ou à direita

dos caminhos

ruma a alma

ao destino

sem serendipicidade

escolha imperfeita

 

sem acaso

seguindo a lógica

dos sinais

obrigatórios

 

 

Rectângulo de muitos metros

De betão e asfalto

Vidas cruzadas ao minuto

Ao segundo

No movimento único

Dos carros

Todos os dias

 

Outra marcha na estupidificação dos dias

a noite embala-te e a luz tão magnífica e mãe

é tua

por agora

   na curva dos segundos. 

MM20100427

                                                             

 

1 comentário

Comentar post