Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

http://jazzistica.blogs.sapo.pt

Blog de poesia , música e olhares de Marina Malheiro, aprendiz de poesia

http://jazzistica.blogs.sapo.pt

Blog de poesia , música e olhares de Marina Malheiro, aprendiz de poesia

# Dos Livros

17.12.13 | marina malheiro

 

                                                                                       

                                                                                       Hans Hoffman

 

                                           Desafia o Sapo. Blogs sobre os Livros marcantes em 2013.

São livros antigos os de um ano,mais de escutas, do que de leituras novas. Marcantes livros antigos com histórias sempre perenes. Se calhar quando os relemos são novos? Ou haverá uma nova leitura consoante o peso dos anos ou da vida em nós? Por isso, eterno o Desassossego de Bernardo Soares, que me levou a pensar que músicas ouviria talvez o mais pessoano dos heterónimos, e que a sua filosofia de vida é, de facto, intemporal. Viveremos em desassossego permanente?

E os olhos retornam a Barro de Rui Nunes, sempre, pois somos construção ou (re) construção continuada :"O mundo começava com uma chegada , que era uma partida. Com uma viagem. É ali: lugar a que mais tarde viria a dar um nome."

Relê-se também um escritor com uma mestria  limpa, magnífica:Hemingway ( Paris é uma festa) para aprender a moldar as palavras como barro, dançar e amar a vida.

 

 

 

                                                                                                       @marinamalheiro

 

                                            " (...) Ah, compreendo! O patrão Vasques é a Vida. A Vida, monótona e necessária, mandante e desconhecida. Este homem banal representa a banalidade da Vida. Ele é tudo para mim, por fora, porque a Vida é tudo para mim por fora"

                                                                            9, in o Livro do Desassossego, Bernardo Soares