Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://jazzistica.blogs.sapo.pt

Blog de poesia , música e olhares de Marina Malheiro, aprendiz de poesia

http://jazzistica.blogs.sapo.pt

Blog de poesia , música e olhares de Marina Malheiro, aprendiz de poesia

# The Arts and the Hours: J. P. Rameau, Vikingur Ólafsson

18.11.22 | marina malheiro

15555066_1212279782194412_1401166729_n.jpgLisboa, Natal 2020. foto minha ( mmalheiro)

não me peçam cânticos de Natal

nem Zeca, nem Beatles, nem Sinatra

não me peçam sorrisos excessivos

 do "está tudo bem".

 

não me peçam vermelhos garridos

nos lábios,

 e a enfeitar-me o corpo e o espírito.

 

não me peçam coscorões, sonhos, bolos-rei

todo o tipo de bolos sortidos

ingleses também.

o meu coração  vai sobrevivendo aos dias,

às horas, de um telefone que não toca,

nem tocará mais.

colho os textos que deixaste

semeio e lanço à terra

e lanço ao mar

toda a Dor .

 

só me peçam cânticos 

para embalar com ternura os filhos

só me peçam flores

para adornar os seus dias

 

talvez 

talvez um dia,

o compasso seja outro, 

a música ao cubo, 

e o Silêncio apenas 4:33 minutos

 

talvez , um dia,

a Saudade se transforme em amor ao quadrado

mesmo no dia dos teus anos.

@mmalheiro

música  The Arts and the Hours: J. P. Rameau, Vikingur Ólafsson ( all rights reserved to  J. P. Rameau, Vikingur Ólafsson)

 

 

 

 

#Máquina do Mundo ( A.Gedeão) feat. Mikis Theodorakis

15.11.22 | marina malheiro

“O Universo é feito essencialmente de coisa nenhuma.

Intervalos, distâncias, buracos, porosidade etérea.

Espaço vazio, em suma.

O resto, é a matéria.

Daí, que este arrepio, este chamá-lo e tê-lo, erguê-lo e defrontá-lo, esta fresta de nada aberta no vazio, deve ser um intervalo.”

António Gedeão, "Máquina do Mundo"

[ feat. Mikis Theodorakis, Zorba, all rights reserved do Mikis Theodorakis]

para a Paula Malheiro

#eu nasci assim/cresci assim - à magnífica Gal

09.11.22 | marina malheiro

 

As estrelas hoje dançam ( todos os direitos reservados a Gal Costa)

Hoje partiu a magnífica Gal Costa. A minha existência foi marcada ainda, em tenra idade, a ouvir a música acima e depois durante anos e anos , ouvindo esta cantora única com ritmo jazzy e cujo último álbum data de 2021.

@marinamalheiro

 

# Piano vertical

04.11.22 | marina malheiro

Michael Wolf  ( all rights reserved)

naquele dia quase de Natal

cruzou-se a ambulância a galope, agitada

à sua porta parou, mal eu sabia, gelada

depois do abraço terno aos filhos

 

naquele dia quase de Natal

a mesa estava posta, o bacalhau de molho

tu ainda sorridente, mãe 

 

naquele dia quase de Natal

o coração quase me saiu pela boca

ouvindo o desfribrilador , vendo a porta fechada

Indaguei  ainda ao pessoal de branco : " melhorou?"

 

Veio o Silêncio jazente,

e ainda meio em choque despedi-me, querida Eva

 

naquele dia de Natal

a mesa estava posta, o bacalhau de molho

o céu jorrava lágrimas e música, em todos nós

tu ainda sobrevivendo, mãe, sempre a nosso lado.

 

a Eva Israel , in memoriam

à minha querida mãe, Maria de Lourdes Malheiro, in memoriam

@mmalheiro