Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://jazzistica.blogs.sapo.pt

Blog de poesia , música e olhares de Marina Malheiro, aprendiz de poesia

http://jazzistica.blogs.sapo.pt

Blog de poesia , música e olhares de Marina Malheiro, aprendiz de poesia

# Il pinguino - in The Hateful Eight by Ennio Morricone (Oscar Winner) & C'era una Volta il West ( live)

29.02.16 | marina malheiro

aa85d9e027bdf9f047c49b4f452baff0.jpg                                                 Foto de Ennio Morricone. via Pinterest

                           Para além de Leonardo di Caprio que venceu finalmente o Óscar de melhor ator, Ennio Morricone recebeu o Óscar de melhor banda sonora do filme de Tarantino "Hateful Eight", merecidamente, depois de tantas bandas sonoras magníficas que compôs.

Fica aqui a música do filme de Tarantino ( all rights reserved to the great composer Ennio Morricone) e a música mais intemporal ( para mim) com Orquestra ( ao vivo) de sempre. ( all rights reserved to Ennio Morricone).

                                                @mmalheiro

 

 

# Decay Music ( feat. Nyman)

28.02.16 | marina malheiro

 

 

Há muitos anos, uma professora minha de Jornalismo, dizia-nos que, quando o acontecimento ocorria perto de nós, custava-nos mais. É verdade . Não é um mero número, não é um mero facto.

[Se a violência por si só é incompreensível em pleno século XXI, a violência gratuita que recai sobre inocentes, por mero acaso, é revoltante. ]

Portanto, hoje foi-me extremamente difícil escrever e encontrar a música certa. ( all rights reserved to Michael Nyman)

 

 aos sintrenses.

# Com um brilhozinho nos olhos ( Sérgio Godinho & Jorge Palma)

26.02.16 | marina malheiro

                         via Youtube- vídeo da autoria de António Barata.

                         Escute e veja o final do excelente concerto de ontem no Coliseu com Sérgio Godinho e Jorge Palma, com várias gerações na plateia, a cantar em uníssono.

                         [ E o que é que foi que ele disse?E o que é que foi que ele disse?

Hoje soube-me a pouco

Hoje soube-me a pouco

Hoje soube-me a pouco

Hoje soube-me a pouco

Hoje soube-me a pouco

Hoje soube-me a pouco

Hoje soube-me a pouco

Hoje soube-me a pouco

Passa aí mais um bocadinho

Que estou quase a ficar louco

Hoje soube-me a tanto

Hoje soube-me a tanto

Hoje soube-me a tanto

Hoje soube-me a tanto

Portanto

Hoje soube-me a pouco

 

 ( Sérgio Godinho)

@mmalheiro

# 2º andar direito (feat. Sérgio Godinho)

24.02.16 | marina malheiro

af68b8b47e665e4ccd4c309d2d94ff33.jpg                                                                New York City,May 1945

                                            escute esta música magnífica de Sérgio Godinho, na véspera do concerto em conjunto com Jorge Palma no Coliseu de Lisboa. ( Todos os direitos reservadíssimos a Sérgio Godinho)

                                             @mmalheiro

 

# Ser menino é estar cheio de céu por cima ( Mia Couto)

23.02.16 | marina malheiro

16327217219f2985253a74fe25ecf416.jpg

via Pinterest.

https://www.youtube.com/watch?v=DrU-3FCB5Sk Zeca Afonso, Quanto é doce ( todos os direitos reservados a herdeiros de Zeca Afonso)

no dia em que foi aprovado o OE2016, pense-se também nas crianças, nos filhos dos professores, muitos deslocados do seu local de residência, outros a lecionar em contra-horário ao dos filhos.

Uma medida social importante - a da criação de creches ou locais de apoio com turnos, como os que existem nas creches noturnas, (algumas que existem pelo país) para os filhos dos professores.

@mmalheiro

[às crianças ]

 

 

# Il pensatore (feat. Leonardo da Vinci & Ferrucio Busoni )

22.02.16 | marina malheiro

8e61cbbf66e7a1b54fa7508c78e4c061.jpg                                  Desenho de Leonardo da Vinci- Il pensatore. Escute aqui Indian Fantasy para piano e orquestra de F. Busoni.                  [ Ao pensador Umberto Eco]

                                  e a todos os que amam a Beleza.

                                  @mmalheiro

# E agora Umberto? Que voi a fare? (feat. Nyman)

20.02.16 | marina malheiro

0041c2182f058a5c5860c68d87d7d97a.jpgPartiu Umberto Eco . E agora com quem vou  continuar a aprender a pensar sobre o mundo, os outros e as coisas? Que voi a fare ? Apesar de Umberto Eco ter sido céptico em relação à versão digital do livro, deixo aqui[ com direitos reservadíssimos a  Casa Editrice VALENTINO BOMPIANI & C. Milano/ EDITORA PERSPECTIVA S.A. / Umberto Eco], a Obra Aberta.

 

[Rir é próprio do homem, como mentir. O problema é tão complexo, há tantas razões pelas quais podemos rir... Rimos porque estamos felizes, os soldados japoneses riam-se de vergonha quando eram detidos pelos americanos, os homens riem-se durante um show de striptease para dominar a timidez. Rir tem a ver, de alguma forma, com o facto de sabermos que vamos morrer. É mais ou menos isto, e é imenso. Não, ainda não escrevi este livro. Umberto Eco

in Expresso] via www.citador.pt

Bisadíssimoneste Blog na língua talvez mais bela que existe, o italiano, e depois o português :)

a Umberto Eco

@mmalheiro

 

 

 

# Da sociedade do homem light ( feat. The Police)

19.02.16 | marina malheiro

                        De do do do de da da da, The Police ( all rights reserved to The Police)

                        o título desta canção light  poderá ser uma variante do Obladi, oblada, porque não quer dizer nada ou nada que se perceba. é, pois, perfeito na sociedade do Homem light ( Rojas, 1994) tão concentrada em si mesma, superficial, cheia ,afinal, de vazios naquilo que é fundamental. Para onde caminhamos? É livre de ler um post menos light e mais cor de rosa.

                        @mmalheiro

 

# Foi no sulco da viagem ( feat. José Mário Branco)

18.02.16 | marina malheiro

3d5fb27b1e102c31da7504cc0169d2a4.gifhoje é um dia histórico para milhares de professores contratados portugueses.por isto. 

resistir é vencer ( claramente.)

                                             

                                          José Mário Branco - Aqui Dentro de Casa ( todos os direitos reservados a José Mário Branco)                             [ aos professores contratados sempre a tornarem viagem, ano após ano]

 

                                          @mmalheiro

Pág. 1/3