Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://jazzistica.blogs.sapo.pt

Blog de poesia , música e olhares de Marina Malheiro, aprendiz de poesia

http://jazzistica.blogs.sapo.pt

Blog de poesia , música e olhares de Marina Malheiro, aprendiz de poesia

#1203- Kubrick ( feat. The Clash)

31.08.14 | marina malheiro

 

 

                                                   Foto da autoria do grande cineasta Stanley Kubrick ( todos os direitos reservados a S.Kubrick), Nova Iorque, 1946

                                                   via Vintage Everyday

 

                                                 

                                                   https://www.youtube.com/watch?v=dmqtjY5kxQo Straight to hell, ao vivo ( todos os direitos reservados aos Clash)

 

                                                   Bisado neste Blog.

 

                                                [ o caminho faz -se caminhando...]

 

                                                     @marinamalheiro

                                                   

                                                   

 

 

 

 

 

# 1202 - Murakami ( feat. Time Impala)

27.08.14 | marina malheiro


Tame Impala, A transparent night ( 2014) ( todos os direitos reservados aos Time Impala)


(...) Cada um de nós possui qualquer coisa de especial, que se revela numa determinada altura da nossa vida, e só uma vez, como uma pequenina chama. As pessoas precavidas, abençoadas pela fortuna, conservam religiosamente essa chama, fazem-na crescer, usam-na como uma tocha que ilumina as suas vidas. Mas uma vez apagada, ela não voltará nunca mais a acender-se."


Murakami, Sputnik meu amor, Leya, edição de 2013


@marinamalheiro

# 1201- Os 70 anos da Libertação de Paris ( feat. Filmes British Pathé & G. Bécaud)

25.08.14 | marina malheiro

No dia em que se celebram os 70 anos da Libertação de Paris  ficam as palavras "Et maintenant, nous sommes libérés"  [Beevor, Antony, Paris após a Libertação, Bertrand Editora, 2011]. Valerá muito a pena ver os filmes daquele dia  do arquivo British Pathé.  Vive la France!

 

Gilbert Bécaud, Et maintenant, 1962
@marinamalheiro

#1200 - A Gente não lê ( feat.R.Veloso)

24.08.14 | marina malheiro

 

                                                                                   Hemingway em Paris , via Pintarest ( Michelle Klein)

 

                                                                                   " (...) Hemingway e Bruce olharam para o grupo que os seguia, fizeram uma contagem por alto e responderam que desejavam cinquenta martinis. (...) No entanto, nem toda a gente andava pelas ruas a saborear uma nova era de liberdade. Através de uma janela aberta, o padre Boegner viu uma vizinha, uma senhora de idade, sentada à mesa a fazer uma paciência, exatamente o mesmo que fazia todos os serões". Beevor, Antony, Paris após a libertação, 2ª edição, Bertrand Editora, 2011, pp. 68-69 ( no dia da libertação de Paris, 25 de Agosto de 1944)

https://www.youtube.com/watch?v=zRQZrTFZsAc&index=10&list=PL66DED9387D10701E

 

Rui Veloso, A gente não lê, in Fora de Moda ( todos os direitos reservados a Rui Veloso)

 

@marinamalheiro

                                                                               

#1199- Far from any road ( feat. A.Bird)

22.08.14 | marina malheiro

 

                                               

                                     Winslow Homer (American, 1836–1910). Fishing Boats, Key West, 1903. The Metropolitan Museum of Art, New York. Amelia B. Lazarus Fund, 1910 (10.228.1) 

 

                                                        em dias de boa e serena navegação ... escutando o genial Andrew Bird e os The Handsome                                                                Family 

https://www.youtube.com/watch?v=0bImRG31E6A&hd=1 Far from any road, A. Bird ( 2014)

 

@marinamalheiro

                                                

# 1198 - Coser as linhas do Texto

19.08.14 | marina malheiro

Se Jane Austen editava os seus textos, de forma original , com alfinetes, já  Tom Hanks criou  há dias uma app que reproduz o som de uma máquina de escrever, objeto que coleciona , para usar no iPAD, a Hanx Writer. Portanto, se Austen fosse viva andaria de iPAD atrás? ou  com uma linda Remington.?

No Texto de todos o mais difícil é entrelaçar as linhas, cosê-las bem, de forma feliz e equilibrada. Mas há sempre as leis da Física, o bater de asas da borboleta, os acasos, as coincidências, e tudo aquilo que interfere nessas linhas invisíveis. Um dia serão quebradas, voluntária ou involuntariamente.

Com imenso respeito deixo o link para aceder ao texto tocante da escritora Inês Pedrosa, publicado hoje no Jornal Sol.

 

 

 

@marinamalheiro

 

 

#1196- Das boas palavras dos outros ( feat. David Byrne)

15.08.14 | marina malheiro

 

em  Agosto primaveril, morno, e em que os nadas são ondas absolutamente boas, na espuma dos dias, urge ler e escutar os outros...

 

Leia o excelente texto de João Miguel Tavares "Robin Williams, a noite e o riso" no Público de ontem sobre a morte de Robin Williams. Sem dúvida, (...) aproveitar apenas o dia não chega. Precisamos todos de alguma coisa que nos sustenha, quando o dia acaba e o riso não sai." (JMT)

 

                                                                          escute aqui o magnífico "Rei Momo" de David Byrne,disco velhinho mas sempre dançável

 

                                                                          @marinamalheiro

#1195- Crystalline (O. Souleyman & Bjork)

14.08.14 | marina malheiro

 

                                                     Toutes les photos prises de la Station Spatial International ISS via Astronomie 101

 

 

                                                     se a vida  oferecer coincidências boas, inexplicáveis e de essência única, guardemo-las. para sempre.

 

                                                   

https://www.youtube.com/watch?v=3vEjKrP6tOs&hd=1#!

                                                                                                     

                                                                                                     a A.P.

                                                    

#1194 - Ó Lua que vais tão alta ( feat. Bjork)

11.08.14 | marina malheiro

 

 

                                                                        Foto ( editada a partir do original) MMALHEIRO / AJUDA (LX) /09/08/14

 

                                                                        https://www.youtube.com/watch?v=tU_Wx8ooRjI&hd=1

 

                                                                        Bjork, Jóga, (2002), Royal Opera House ( todos os direitos reservados a Bjork)

 

                                                                        "O que há de mais belo na nossa vida é o sentimento do mistério. É este o sentimento fundamental que se detém junto ao berço da verdadeira arte e da ciência."

 

                                                                         Einstein

 

                                                                        @marinamalheiro

 

 

 

Pág. 1/2