Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://jazzistica.blogs.sapo.pt

Blog de poesia , música e olhares de Marina Malheiro, aprendiz de poesia

http://jazzistica.blogs.sapo.pt

Blog de poesia , música e olhares de Marina Malheiro, aprendiz de poesia

The End

31.12.10 | marina malheiro

 

 

 

 

 

 

 

 

 Wim Mertens, With All it's might, Platinium Colletion 2

 

 

Hoje opto por citar duas pessoas que se destacam na opinião pública, a escritora Agustina Bessa-Luís e o historiador Vasco Pulido Valente.

 

 

 Na excelente crónica de hoje no jornal Público escreve Pulido Valente: " Não me lembro de um começo tão escuro e perigoso como o de 2011. Mesmo em 1975 não parecia ( em Janeiro) tão mau. (...) Os pobres portugueses de 2011 vão comer restos de restaurantes, decorados com um doutoramento. Como os bacharéis do século XIX (...)."

 

 

Esta é uma visão crua mas absolutamente real do que nos espera a todos em 2011 e nos 8 anos que se pensa que durará esta crise.

 

 

No entanto, como aprendiz de poesia gosto de pensar como Agustina Bessa- Luís : " Fim- o que resta é sempre o princípio feliz de alguma coisa."

 

  

Portanto, é com estas duas visões , a do pragmatismo e a da esperança que encaro o ano de 2011. Votos de um excelente 2011 !

 

 

 

para ler a crónica de Vasco Pulido Valente siga o link  http://www.publico.pt/ 

 

@marinamalheiro20101231

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

i wish

30.12.10 | marina malheiro

Nina Simone,I wish I knew how it feels to be free

em época de dias findos os desejos são doces de Natal com vontades de Verão.

@marinamalheiro20101230

As melhores músicas ouvidas em 2010 - II Parte

30.12.10 | marina malheiro

Continua aqui a II parte. Tantas e tão interessantes... Mais umas escolhas deste ouvido :) Ficarão muitas de fora. Obrigada aos que mas ofereceram ou partilharam! Mil abraços! @marinamalheiro20101230

 

 

 

 

 

Nick Cave, He wants you

  

 

Black Sugar,Understanding Funk, (Jazz Funk)

 

 

Marvin Gaye, Heard through the Grapevine

  

Stan Getz e Charlie Bird, Desafinado

 

Klaus Weiss, Get it on 

 

Tokio Ska Paradise Orchestra, The Big Man Standing

 

Creep, Karen Sousa, Jazz Cover

 The Rolling Stones, Following the river, Exile in Main Street, 1970

 

 

The Walkmen, Stranded

John Cage, Prelude for Meditation

 

Bodurov Trio, Kircho

 

Piers Faccini, The wind that blows

 

 

Wim Mertens

músicas escutadas em 2010 - I Parte

30.12.10 | marina malheiro

2010 foi um ano de redescoberta de uma paixão: a música, em particular, a música jazz. .

Escreveu Sophia de Mello Breyner que um poeta é um escutador.

Foi isso que tentei fazer no ano que finda, escutar a música e escutar o que me rodeia ( pessoas, espaços, etc).

A música conduziu à escrita e a escrita a um aprendizado espiritual .

A escuta continua.

Agradeço por isso a todos e aos facebookers que todos os dias partilham música com os outros, contribuindo para um maior crescimento cultural daquele que até pode ser apenas o vizinho cuja luz se vislumbra ao longe. Mil abraços. @marinamalheiro20101230

 

São estas as minhas músicas de 2010:

 

 

Dizzie Gillespie, Magic Summer in The Winter in Lisbon

 

   

 

George Gershwin , Rapsody in Blue, 1927

 

 

 

Ella Fitzgerald, Azure, 1957

 

Regina Spektor, No surprises, 2010

 

Nina Simone, Sinnerman (full lenght)

 

 

Chico Buarque, Essa moça está diferente

 

Vangelis, Chariots of fire

Nina Simone, Mr. Bojangles

Boris Vian, Je bois

Leonard Cohen, Take this waltz

 

Kate Bush, Wunthering hights

 

Vashti Bunyan, Train Song

The Doors, Indian Summer

 

Serge Gainsbourg, Intoxicated Man

 

Mongo Santamaria, Watermelon Man

 

 

Rascunhos II

29.12.10 | marina malheiro

Ute Lemper, September Song

 

Rascunho II

 

Meditando sobre o som silencioso

como se Setembro fosse

 

folhas caídas

por sobre os pensamentos

e os sentidos

escutando a aprendiz de poeta

 a cidade e a serra

 

abraçando as gentes

num dia frio em Dezembro

e escutando-lhes a sua música singular. 

 

@marinamalheiro20101229

 

limiares

29.12.10 | marina malheiro
 

 

Varandan, Bombay Jayshree

 

no dia da desconstrução das vidinhas secas

há limiares

de pobreza

de infortúnio

de violência

de guerra

por todo o Mundo

 

no dia da desconstrução da tua vidinha

no teu espaço

e no teu caminhar meditando " sem cabeça"

há doenças graves

há miséria escondida

podres ocultos

putrefacção social

no dia da resolução da tua vidinha

esta é mesmo um sufixo pequeno e relativo

face a aumentativos de esperança e sonho

de milhares

na Índia

em Portugal

na tua terra

na tua cidade

no teu vizinho do lado

no teu amigo de todas as horas.

@marinamalheiro20101229

Escrito no dia em que foram tornadas públicas as medidas extra do PEC em Portugal

Samba da benção

28.12.10 | marina malheiro

Bebel Gilberto, Samba de Benção (Bossa nova), banda sonora do filme "Comer, amar e orar", 2010

original de Vinicius de Moraes

 

dançando ao som da bossa nova

de pés descalços para a vida e para os caminhos

em impermanência

@marinamalheiro20101228

Bossa Nova é um movimento da  música popular brasileira que surgiu nos anos 50 .

A palavra " bossas" surgiu na década de  30 num samba de Noel Rosa, tendo sido depois usada a expressão na década seguinte para os "sambas de breque" que se caracterizavam pela improvisação. Considera-se que há influências do Cool jazz e Bebop.

Em 1957 houve "samba sessions" , ou sejam fusões de jazz e samba. Considera-se, no entanto, que foi em 1958 com João Gilberto que se iniciou este movimento.

Para saber mais siga este link http://www.estadao.com.br/pages/especiais/bossanova/ 

Rascunhos

28.12.10 | marina malheiro

Air & Françoise Hardy, Jeanne, 1998

 

Rascunho I

 rascunhando a vida 

 

apagando memórias

reescrevendo histórias no tempo que finda

e limpando borrões de contabilidade

 

@marinamalheiro20101228

 

struggle for pleasure

28.12.10 | marina malheiro

Arranjo para guitarra e saxofone de Panagiotis Margaris & Notis Mavroudis, Struggle for Pleasure ( saxofone de David Lynch),Album Café de l'art, 2004 (cover do original de Wim Mertens)

 

Wim Mertens é um compositor, contratenor, pianista, guitarrista e musicólogo belga. Tem um estilo minimalista ,considerando alguns que tem havido uma evolução musical no seu estilo de base vanguardista e experimentalista.

Em Novembro deste ano esteve em Lisboa, no CCB, apresentando o seu álbum Zee vs Zed. Foi um concerto memorável.

 

@marinamalheiro20101228

Vipassana

27.12.10 | marina malheiro

Wim Mertens, Close Cover

 

Caminhando com consciência em vipassana (meditação)

 

@marinamalheiro20101227

Pág. 1/5