http://jazzistica.blogs.sapo.pt
Blog de poesia , música e olhares de Marina Malheiro, aprendiz de poesia
29 de Março de 2017

dac01ff07499ad9c4b348b43b8270910.gif

 Foto bisada in Pinterest

[ há uns meses juntei-me a  um grupo de corrida. amigavelmente acolheram-me a mim e aos novatos questionando-nos sobre os nossos tempos de corrida. acabei por ir no grupo mais lento e depois vi-os ao longe, numa passada bonita tipo "momentos de glória". sem problemas, responderam-tentas para a próxima correr melhor-. Nunca mais consegui fazer o Paredão, quer pelas condições metereológicas, quer pela pura falta de tempo.

 os corredores  aprendem a correr todos os dias, controlando a respiração, os batimentos cardíacos e até a forma como colocam os pés a correr ( uma vez alertaram-me numa pista para isto) e  , intuitivamente , aprendem a fruir o momento, também.

Aprender a ser melhor todos os dias devia ser um lema  aplicado em todo o lado: escola, casa, trabalho, família. Senão o que sobra? Resto zero?

[ à minha aluna K., de admirável coragem e capacidade para desenhar à vista o mundo que a rodeia.]

@mmalheiro

IN RE DON GIOVANI ( all rights reserved to Michael Nyman)

 

 

publicado por marina malheiro às 19:28 link do post
04 de Maio de 2016

a2e3c0bdccbecaee8b4f55da6fc585de.jpg

                                  Bartolomeo Cristofori - mecanismo inventado em 1655 que permite tocar piano.

                                 Patente no MET. ( via MET in Pinterest.)

                                 Tal como Cristofari inventou o que vê na foto, também nós temos todos os dias de inventar mecanismos para a nossa "música" diária. Às vezes sai em "allegro sustenuto", outras "allegro ma non troppo".

Outros chamam-lhe gestão estratégica dos dias. Um dia destes chamar-se-á, talvez, mecanismo de "startup " interna.

Em todo o caso, seja que mecanismo for na nossa engenharia diária, o que importa é que toque eficazmente e mais importante, que toque quem connosco convive.

escute aqui  em "fast version" -M.Nyman que atuará em Sintra na próxima semana.

@mmalheiro

 

 

 

 

publicado por marina malheiro às 20:29 link do post
28 de Fevereiro de 2016

 

 

Há muitos anos, uma professora minha de Jornalismo, dizia-nos que, quando o acontecimento ocorria perto de nós, custava-nos mais. É verdade . Não é um mero número, não é um mero facto.

[Se a violência por si só é incompreensível em pleno século XXI, a violência gratuita que recai sobre inocentes, por mero acaso, é revoltante. ]

Portanto, hoje foi-me extremamente difícil escrever e encontrar a música certa. ( all rights reserved to Michael Nyman)

 

 aos sintrenses.

publicado por marina malheiro às 22:11 link do post
20 de Fevereiro de 2016

0041c2182f058a5c5860c68d87d7d97a.jpgPartiu Umberto Eco . E agora com quem vou  continuar a aprender a pensar sobre o mundo, os outros e as coisas? Que voi a fare ? Apesar de Umberto Eco ter sido céptico em relação à versão digital do livro, deixo aqui[ com direitos reservadíssimos a  Casa Editrice VALENTINO BOMPIANI & C. Milano/ EDITORA PERSPECTIVA S.A. / Umberto Eco], a Obra Aberta.

 

[Rir é próprio do homem, como mentir. O problema é tão complexo, há tantas razões pelas quais podemos rir... Rimos porque estamos felizes, os soldados japoneses riam-se de vergonha quando eram detidos pelos americanos, os homens riem-se durante um show de striptease para dominar a timidez. Rir tem a ver, de alguma forma, com o facto de sabermos que vamos morrer. É mais ou menos isto, e é imenso. Não, ainda não escrevi este livro. Umberto Eco

in Expresso] via www.citador.pt

Bisadíssimoneste Blog na língua talvez mais bela que existe, o italiano, e depois o português :)

a Umberto Eco

@mmalheiro

 

 

 

publicado por marina malheiro às 21:27 link do post
18 de Janeiro de 2016

às vezes deve fazer-se a defesa dos raios de sol que surgem de fininho, por entre a chuva dos dias. nesses raios de sol -todo o silêncio bom, ao longe, a música. ( all rights reserved to B,Ferry.)

1c787f70ea8f7be6dd2aa78111f6bec6.jpg

Foto @magnum photos. ( all rights reserved). Sevilha, Espanha, 1993. Via Pinterest.

 

publicado por marina malheiro às 16:29 link do post
23 de Novembro de 2015

4dce3abe5ac8015e26f0a62a3679b9a2.jpg

via Pinterest        Autumn by Aakasha on Etsy ( all rights reserved to Aakasha)

https://www.youtube.com/watch?v=bZU72bHnfdk&hd=1 I don't demand too much ( Michael Nyman, 2015- banda sonora de Ingrid Bergman in her own words). 

[O tempo caminha connosco. Somos fráguas, vento e árvore com raízes. Caminhas comigo , és folha pura. Ternura.]

@mmalheiro

 

publicado por marina malheiro às 23:11 link do post
11 de Outubro de 2015

 

                                                

1c3ed99a233ce3903e87f9b5d2994f89.jpg

                      Barbara Bui SS 2016 @SAMSON CHOI ( all rights reserved to Barbara Bui)

                      "(...) De noite, é claro, a perplexidade é infinitamente maior . Nas nossas andanças mais triviais, estamos constantemente , embora sem consciência disso, a orientar-nos como pilotos por certos faróis e promontórios conhecidos, e se ultrapassamos a rota do costume, continuamos a levar na mente a situação de algum cabo próximo; e só quando estamos completamente perdidos, ou quando damos a volta em torno- (...) é que apreciamos a vastidão e singularidade da Natureza. Sempre que de novo acorde, seja do sono ou de alguma abstração, o homem tem de voltar a aprender os pontos cardeais. A não ser quando nos perdemos , ou melhor, quando perdemos o mundo, é que começamos a descobrir-nos, percebendo onde estamos e o infinito alcance das nossas relações." Thoreau in Walden [p.193]

Bisadíssma esta música de M.Nyman aqui

                                                             @mmalheiro

publicado por marina malheiro às 23:06 link do post
12 de Maio de 2015

01fe77710bf4767d6801225d2564e628.jpg

                                     Rebecca Blackwater. Pictorial, ca. 1915. Collection of Joan and Bill Alfond, Boston. | This work is featured in our “Plains Indians: Artists of Earth and Sky” exhibition on view through May 10, 2015

                                     Através da página do Met (Pinterest)

                                   [ de certo modo qualquer criança reinaugura o Mundo (...)] in Walden , Thoreau

                                   https://www.youtube.com/watch?v=nRtCrSG5_yc Wonderland, Nyman, muitas vezes neste Blog (                                   é verdade!)

                                  no dia em que um jovem encerrado no seu mundo adorou escutar esta música.

                                  @marinamalheiro

publicado por marina malheiro às 19:08 link do post
15 de Abril de 2015

[em dias de clara esquizofrenia de um país: de um lado,a calamidade económica, o desemprego, a baixíssima taxa de natalidade, os atropelos sociais, a violência contra menores pelos próprios pais, a violência doméstica, a iliteracia., a letargia dos processos e procedimentos.

do outro, está tudo bem, com florzinhas e gatinhos à mistura. é Primavera, pois...]

é só mudar para o canal que mais aprouver.

marinamalheiro.

                        

Wheelbarrow Walk, Nyman ( bisado, trisado, neste Blog)

 

publicado por marina malheiro às 15:06 link do post
08 de Fevereiro de 2015

MGV,  5 º movimento, NYMAN, 1993 ( ALL RIGHTS RESERVED TO THE MUSICIAN M NYMAN)

a velocidade, o tempo, as horas. sorver os minutos, a cadência da luz do dia,

os teus sorrisos e beijos ternos,

as tuas maternais delicadezas,

a pureza dos olhares que se encontram no intervalo das tristezas, em alegria.

rapidez intensa no abraço,

congelando o momento,

carpe diem permanente,

5º movimento em contínuo.

apesar das fráguas persiste o movimento,  composição em grande velocidade...

pó de esperança.

 

@marinamalheiro

a ML.Malheiro e a M.Roldão

 

publicado por marina malheiro às 22:22 link do post
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
subscrever feeds
Mensagens
Tracker
sitemeter
Sitemeter
Wook
Wook
Pensa num Número - www.wook.pt
Facebook
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Ainda estou em choque com tamanha tragédia!Os rela...
Melhor que a música, a companhia...
Obrigada pelo teu comentário. Para quem gosta de c...
Pois... não é por snobismo que moro onde moro,é me...
Caro ZT,obrigada pela referência. :)Saudações jazz...
Lembra Black Moth Super Rainbow.Inebriante.
Feel free to blush
Ai que ruborizo :)
Adorei caro Fio de Beque. Obrigada pela partilha. ...
Era esta :D https://youtu.be/XviMAXKvewM
blogs SAPO