http://jazzistica.blogs.sapo.pt
Blog de poesia , música e olhares de Marina Malheiro, aprendiz de poesia
26 de Julho de 2016

1a601f7a00e46dfe4fbab89d0bad5014.jpg

                                         

Masao Yamamoto, “Nakazora” #1025 (中空), Silver Gelatin Print

via Pinterest.

Creio que esta é a imagem para o ponto de ebulição em que se encontra a Europa. Interprete como quiser.

Estamos claramente, por um lado em guerra e ,por outro, em loucura latente. Nem escapou a histórica Normandia.

Por isso, esta é a música adequada para este triste momento. ( all rights reserved to Blur)

pela paz. sempre.

@mmalheiro

 

publicado por marina malheiro às 21:22 link do post
22 de Julho de 2016

8d9d182652af439e22ad4b8b0a72b7d1.jpg

                                            em dias tutti frutti ,no breve intervalo dos afazeres profissionais, no espaço mais democrático de todos, a praia, passam vendedores de saladas de fruta com ar de surfista, vendedoras de cuecas de gola alta, corredores estivais  de  400 metros barreiras  até ao toldo mais próximo (aos 40 não dá mais) em modo de abate da barriguinha,  e não há até ao momento vislumbre de pokémons subaquáticos, nem de guerras, nem de quezílias partidárias, nem de relatórios bancários, nem de totalitarismos em banhos turcos.

Tudo isso está fora do tutti frutti. 

Fiquemo-nos (por agora) pelo tutti frutti numa califórnia portuguesa, em modo "dolce fare niente"

@mmalheiro

 

publicado por marina malheiro às 15:14 link do post
20 de Julho de 2016

3619183dff1b94407a2479b9b7a3b375.jpg

                                 Nova Iorque, 1965

                                 Guardar as palavras de Thoreau (1854) no momento em que a Europa está numa vertigem financeira, em que em águas turcas se prendem, despedem ou suspendem professores, militares e juízes numa clara ascensão de um -ismo que não se deseja, e alheios a tudo isto, uns "nerds" perseguem Pokémons virtuais pelas ruas.:

"  (...) Há-de deixar para trás uma porção de coisas e atravessar uma fronteira invisível; leis novas, universais e mais abertas começarão por se estabelecer em redor e dentro dela(...) Se construistes castelos no ar, não terá sido em vão esse vosso trabalho; porque eles estão onde deviam estar. Agora, por baixo, colocai os alicerces.". in Walden, p. 351

@mmalheiro

música- Pearl Jam ( all rights reserved to Pearl Jam)

 

publicado por marina malheiro às 20:32 link do post
18 de Julho de 2016

af63feecbe95252e4d18b746755fd316.jpg

                                              Alberto Moravia ( direitos reservados a Corbis) via Pinterest.

                                   Lendo  por estes dias A ciociora de Alberto Moravia ( Edições Europa-América/ Portugália Editora, 1979):                                   [ (...)Sim, nós éramos apenas dois pássaros, a servir de alvos a um caçador vadio, que depois, se os pássaros caem mortos, os deixa no mesmo sítio, pois não lhe servem para nada. "Mamã", disse Rosetta, passado pouco tempo enquanto caminhávamos, "disseste que no campo não havia guerra e no entanto aquele tentou matar-nos". Respondi: "Minha filha, enganei-me. A guerra está em toda a parte , tanto no campo, como na cidade".] E está.

p. 52 / Tradutor José Pedro Machado

escute aqui, por cortesia do Blogger "Fio de Beque", a música do filme "Litle Miss Sunshine"que ecoa o desconcerto da vida e do tempo sem explicação lógica. ( all rights reserved to Devotchka)

@mmalheiro

publicado por marina malheiro às 18:49 link do post
16 de Janeiro de 2015

10929100_1535851566689762_864560873328241564_n.jpg

Foto de  Bjørn Jørgensen e Ole Christian Salomonsen / Aurora boreal na Noruega

 

por estes dias em que o Mundo está do avesso e em graus de alerta permanentes, questiono-me como é possível não se contemplar e pensar sobre esta maravilha que é a Terra e o seus fenómenos e colocar de novo tudo no lugar, pacificamente.

a Carl Sagan

escute aqui a música grandiosa dos Sigur Rós

@marinamalheiro

publicado por marina malheiro às 20:08 link do post
19 de Outubro de 2014

5edd3e3b01a492081d9938b647154d98.jpg

                                                Paul Klee, 1914

                                              https://www.youtube.com/watch?v=p8sR4MXwwFc Bússola, In the end of time, 2014 ( todos os direitos reservadíssimos aos Bússola)

                                             Há dias lendo Alain de Botton sobre as notícias como forma de ensinamento/ ensino de um povo detive-me nesta afirmação cada vez mais verdadeira  "the more potent and ongoing kind of education takes place on the airwaves and on our screens." (1)Tem sido através de uma rede social ,que,  no ano  comemorativo dos 100 anos da 1ª guerra mundial,  os descendentes dos soldados portugueses têm acedido e contribuído para o projeto  da Universidade Nova de Lisboa. A participação é simples e mesmo que não tenha tido nenhum avô/bisavô combatente nas trincheiras, talvez  aprenda muito seguindo o projeto, é isso que importa, em essência.

 

                    (1) Botton, "The news is the teacher"                     

                                          @marinamalheiro

 

                                               

publicado por marina malheiro às 22:07 link do post
01 de Setembro de 2014

 

("An air-raid warden sets a black-out time clock indicator at an A.R.P. post near London - 1 November 1939")

                                                            via Pinterest através de Steve Terjeson

 

                                                         a 1 de Setembro de 1939, Hitler invade a Polónia

 

                                                          "(...) Foram precisamente as privações, as pancadas, o frio, a sede, que não nos deixaram afundar no vazio de um desespero sem fim, durante a viagem e depois. Não a vontade de viver , nem uma situação consciente: pois são poucos os homens capazes disso, e nós mais não éramos que uma vulgar amostra de humanidade."

 

                                                         Levi, Primo, Se isto é um Homem, Editorial Teorema, 2001, tradução de Simonetta Cabrita                                                                Neto

 

                                                       escute aqui o pianista polaco Szpilman numa gravação original.

 

                                                       a todos os resistentes e a todos os que foram vítimas do Holocausto

 

                                                        @marinamalheiro

 

publicado por marina malheiro às 23:51 link do post
24 de Agosto de 2014

 

                                                                                   Hemingway em Paris , via Pintarest ( Michelle Klein)

 

                                                                                   " (...) Hemingway e Bruce olharam para o grupo que os seguia, fizeram uma contagem por alto e responderam que desejavam cinquenta martinis. (...) No entanto, nem toda a gente andava pelas ruas a saborear uma nova era de liberdade. Através de uma janela aberta, o padre Boegner viu uma vizinha, uma senhora de idade, sentada à mesa a fazer uma paciência, exatamente o mesmo que fazia todos os serões". Beevor, Antony, Paris após a libertação, 2ª edição, Bertrand Editora, 2011, pp. 68-69 ( no dia da libertação de Paris, 25 de Agosto de 1944)

https://www.youtube.com/watch?v=zRQZrTFZsAc&index=10&list=PL66DED9387D10701E

 

Rui Veloso, A gente não lê, in Fora de Moda ( todos os direitos reservados a Rui Veloso)

 

@marinamalheiro

                                                                               

publicado por marina malheiro às 00:15 link do post
04 de Agosto de 2014

 

                                               FOTO DE https://www.facebook.com/JewishVoiceforPeace/photos/pb.186525784991.-2207520000.1407183517./10153032522999992/?type=3&theater ( JEWISH VOICE FOR PEACE) ( ALL RIGHTS RESERVED) ( TODOS OS DIREITOS RESERVADOS)

 

                                           em dias de bancos novos de famílias antigas e elitistas portuguesas, Gaza continua a ser mais importante ou infelizmente mais marcante, pois todos os dias morre alguém, todos os dias morre uma criança inocente no meio do fogo cruzado de uma guerra antiga. não é uma guerra nova, são antigos os motivos, com tréguas fátuas.

                                           Peter Singer em Como havemos de viver (2006/ edição portuguesa(Dinalivro), in "Viver eticamente" escreve sobre Primo Levi e sobre os que de forma altruista salvaram muitos judeus das mãos dos nazis e cita Levi (Se isto é um homem):

                                        (...) creio que devo justamente a Lorenzo o facto de estar vivo hoje; não tanto pela sua ajuda material, quanto por me ter constantemente lembrado com a sua presença, com a sua maneira tão linear e fácil de ser bom , que ainda existe um mundo justo para além do nosso.(...) .

 

                                        pela paz

 

https://www.youtube.com/watch?v=WgveTSqbV-s

 

Sandy Denny, I'm a dreamer( ao vivo)

 

 

@marinamalheiro

publicado por marina malheiro às 21:21 link do post
31 de Julho de 2014


Steve Reich, Different trains ( durante a Guerra)


ao ler a magnífica reportagem do Público sobre os portugueses que  infelizmente foram levados para os campos de concentração (II parte), relembro o calafrio ao subir as escadas da casa onde Anne Frank e os pais viviam, naquele sótão, em Amesterdão, onde tudo se mantém impecável e assustadoramente preservado.

Volto, então, a Steve Reich que escreveu esta composição em quatro partes ( pode ler mais sobre a história neste Blog) e, tendo a noção, de como a guerra continua a assombrar-nos, diariamente, em Gaza, e  se perpetua na memória dos descendentes destes corajosos resistentes de todas as nacionalidades com números marcados no corpo.


pela paz


@marinamalheiro
publicado por marina malheiro às 13:44 link do post
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
subscrever feeds
Mensagens
Tracker
Posts mais comentados
sitemeter
Sitemeter
Wook
Wook
Pensa num Número - www.wook.pt
Facebook
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Ainda estou em choque com tamanha tragédia!Os rela...
Melhor que a música, a companhia...
Obrigada pelo teu comentário. Para quem gosta de c...
Pois... não é por snobismo que moro onde moro,é me...
Caro ZT,obrigada pela referência. :)Saudações jazz...
Lembra Black Moth Super Rainbow.Inebriante.
Feel free to blush
Ai que ruborizo :)
Adorei caro Fio de Beque. Obrigada pela partilha. ...
Era esta :D https://youtu.be/XviMAXKvewM
blogs SAPO