http://jazzistica.blogs.sapo.pt
Blog de poesia , música e olhares de Marina Malheiro, aprendiz de poesia
29 de Abril de 2011

 

Whisky, Astor Piazzola, 1975

 

 

dança o tango novamente no chão molhado pela tempestade  e guarda nas mãos o silêncio que escorre feliz pelos dias fora.

 

@marinamalheiro20110430

 

 

publicado por marina malheiro às 23:12 link do post
sinto-me:
música: Piazzola
28 de Abril de 2011

  

 


Foto in "Diário de Notícias", 28/04/2011

 

"Na visão que nos define como modernos , há um número infinito de pormenores. As fotografias são pormenores. Por isso, as fotografias assemelham-se à vida. Ser moderno é viver,fascinado, pela selvagem autonomia do pormenor".

 

Susan Sontag, Ao mesmo tempo, Quetzal, 2011, p.145

 

 

 

 

Wim Mertens, Wandering Eyes, Álbum Shot and Echo, 1993

 

@marinamalheiro20110428

 

 

publicado por marina malheiro às 23:41 link do post
sinto-me:
música: mertens
28 de Abril de 2011

 

Foto de Gérard Castello Lopes

 

 

continua a fala suplantando a escrita que se faz em silêncio nas almas das gentes

 

continua a escuta das tuas palavras tão grandes e puras num corpo ainda tão pequeno e lindo

 

 

Chico Buarque, A banda, (1966)

 

A M.Roldão

 

publicado por marina malheiro às 00:54 link do post
sinto-me:
música: Chico Buarque
26 de Abril de 2011

 

Escutando o Oriente sincopado dos anos 20 que inspirou Woody Allen em The Curse Of The Jade Scorpion" (2001).

 

Foto In Inspiration is a Bliss via Facebook

 

 

In a persian market  foi composta em 1920 por Albert W. Ketèlbey  e é considerada uma grande peça de bebop.

 

publicado por marina malheiro às 23:59 link do post
sinto-me: bebop
música: bebop
26 de Abril de 2011

 

Yann Tiersen, La valse d'amélie (todos os direitos reservados a Y.Tiersen)

 

Esvaziando a escrita e guardando os Nadas que são Tudo em dias de navegação de calma difícil.

 

@marinamalheiro20110426

 

publicado por marina malheiro às 00:13 link do post
25 de Abril de 2011

 

Imagens da Televisão Francesa no dia 25 de Abril de 1974

 

 

Ama Abril como se Abril fosse poema

 

nem verso era

 

nem autores tinha

 

 

Ama Abril como se Abril fosse estória sua

cantada e contada muitas vezes foi

ao embalar

ao crescer

ao ser Mulher

 

Ama Abril

pois Abril é também seu, naquele fio de liberdade

entrançado em palavras soltas, desafiadoras e sem regras

dos que o viveram

 

 

A luta persiste neste Abril novo , procurando caminho pela democracia adentro

Cravos nas mãos em liberdade e com esperança!

 

Viva o 25 de Abril!

 

 

Ao meu avô G.Malheiro, aos meus pais e a M.Afonso e J.Afonso que me ensinaram a amar a liberdade e que me  cantavam isto

 

@marinamalheiro20110425 

 

publicado por marina malheiro às 00:50 link do post
sinto-me:
música: filme
24 de Abril de 2011

Os sinais da Primavera, foto de (AP Photo/Nati Harnik), a 23 de Março de 2011 em Gibbon, Nebraska

 

Pondo os ovos no mesmo cesto : ) Boa Páscoa

 

@marinamalheiro2011424

 

 

publicado por marina malheiro às 11:19 link do post
música: mertens
23 de Abril de 2011

 

Foto in Inspiration is a Bliss ( Via Facebook)

 

Fazendo alongamentos ao espírito , escutando isto e lendo em dia Mundial do Livro

 

( Álbum Free Pop, Pop Dell'arte, 1987, um dos mais importantes e criativos discos da Pop portuguesa dos anos 80 )

 

@marinamalheiro20110423

 

 

publicado por marina malheiro às 14:04 link do post
sinto-me:
música: Pop dell arte
22 de Abril de 2011

 

 

Em noite de Frágil escutando música de João Guimarães e poesia de José Bação Leal

 

" As poesias nascem dum silêncio

ou duma conversa que temos a sós

com uma dúvida ou uma madrugada

que faz de nós que não somos nada

a própria dúvida mas concretizada.

 

Encontrei-me. Sou poeta

cantem estrelas para mim

murmurem flores os meus versos de sangue

que eu farei da noite

o mais belo gesto de oferta."

 

José Bação Leal

 

 

ainda escutando com saudade isto

 

@marinamalheiro20110422

 

 

publicado por marina malheiro às 16:35 link do post
sinto-me:
música: xutos
22 de Abril de 2011

 

A João Maria Tudella que hoje voou, cantando

 

 

 

 

Ao  Zé Leonel , fundador dos Xutos e Pontapés e vocalista dos ex-Votos que nos deixou ontem

 

 

@marinamalheiro20110422

 

publicado por marina malheiro às 16:12 link do post
sinto-me:
música: tudela, ex-votos
Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
27
30
subscrever feeds
Mensagens
Tracker
Posts mais comentados
12 comentários
4 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
sitemeter
Sitemeter
Wook
Wook
Pensa num Número - www.wook.pt
Facebook
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Ainda estou em choque com tamanha tragédia!Os rela...
Melhor que a música, a companhia...
Obrigada pelo teu comentário. Para quem gosta de c...
Pois... não é por snobismo que moro onde moro,é me...
Caro ZT,obrigada pela referência. :)Saudações jazz...
Lembra Black Moth Super Rainbow.Inebriante.
Feel free to blush
Ai que ruborizo :)
Adorei caro Fio de Beque. Obrigada pela partilha. ...
Era esta :D https://youtu.be/XviMAXKvewM
blogs SAPO